quarta-feira, 4 de maio de 2011

doação de gatinhos

Gente, este gato amarelo foi resgatado por mim há alguns anos, castrado e doado.
Mas a moça que o pegou não pode mais conviver com ele (e a outra gatinha) e precisa doa-los, então resolvi ajudar a divulgar:




Doa-se 2 gatinhos lindos, saudáveis e mimados.

Francisco, de 3 anos. Castrado, vacinado, com os remédinhos de vermes em dia e manhoso.

Manuela de 1 ano. Castrada, vacinada, com os remédinhos de vermes em dia e carinhosa até não poder mais

Motivo: Mudei de uma casa para um apartamento muito pequeno, com uma pessoa que tem uma alergia muito forte e não pode conviver com os gatinhos.

contatos: @andressacurvelo e andressacdasilva@gmail.com



Eu juro que numa situação dessa não sei o que dizer (ainda bem que não sei, delicado demais pra eu me meter), mas fico realmente muito triste pelos gatos. Infelizmente não posso pegá-los pois moro num apto pequeno, com outras três ronronentas, mas realmente fico MUITO triste =(
Tomara que sejam muito felizes na próxima casa, que seja uma estadia duradoura e tranquila. 
Com paz, como todo gato merece. Quem puder divulgar, agradecemos =)

Pat

6 comentários:

emy disse...

ai patricia, q dó! adotar um bichinho é coisa séria né! a gente tem q ver se pode ficar com eles 10, 15 anos... sou louca para ter mais um, mas como estou de mudança, vou me ajeitar primeiro para ver se realmente terei condições para dar um amiguinho para o Pupu =)

Jane design disse...

Ow Pati é triste mesmo...
mas eles vão encontrar um lar p chamar de "meu", uma pena mesmo...muito triste tb julgar a "maae"" deles...situação delicadissima...
linda sua iniciativa
beijos

Emília disse...

Mandei pra um monte de gente, uma amiga se apaixonou pela Manuela, acho que ela vai pegar! \o/

tezukuri da Karen disse...

meu pedido foi negado aqui em casa! aqui todos preferem cães! só eu e a Airy queremos um gatinho!
mas publiquei no orkut e twiter, qualquer coisa falo contigo.

Carola Rodrigues disse...

Eu até entendo o que está acontecendo e a vida nem sempre anda como a gente quer. Quando peguei o John foi uma guerra na casa dos meus pais para minha mãe aceitar o gato e eu quase tive que me desfazer dele.

Estou divulgando no meu twitter, também. Vou pôr no face. :)

Patrícia | Oh! Maria disse...

Obrigada pela ajuda, meninas! Vamos torcer por um final feliz, ne? bjs